Clube apresenta novos parceiros e aposta no marketing para evitar venda de atletas

Diante da crise mundial, clube espera lucrar R$ 12 milhões com as novas ações e fugir do vermelho sem ter de reveber propostas por suas estrelas

Depois de fechar 2008 com cerca de R$ 12 milhões de prejuízo, a diretoria do São Paulo aposta no marketing para equilibrar as contas. Nesta segunda-feira, no salão nobre do Morumbi, o clube apresentou cinco novos parceiros, de onde pretende arrecadar R$ 20 milhões em investimentos, sendo R$ 12 milhões líquidos para os cofres.

A Aché Laboratórios, a Volkswagen, a Applebee’s restaurantes, a Associação Brasileira de Indústria de Hotéis e o Espaço Unyco desenvolverão ações de marketing dentro do Morumbi para os torcedores que frequentarem o local nos dias de jogos.

Para o presidente Juvenal Juvêncio, esta foi a melhor forma encontrada para evitar que o Tricolor perca bons jogadores por preços menores devido ao problema financeiro que atingiu também os clubes europeus. No ano passado, mesmo com o hexacampeonato brasileiro, o São Paulo fechou as contas no vermelho.

– A expectativa é pagar a conta com o marketing. Enquanto a crise continuar, não vou fechar as contas com a venda de jogadores. Tenho jogador que vale 25 milhões de euros e me ofereceram dez. Eu não vendo. E aí quem tem que me segurar é o marketing. São momentos que temos que viver. O mundo está assim e fazemos parte dele. Minha expectativa é que o marketing vá me dar uma sobrevida – disse.

A Aché ampliará o camarote corporativo possui no Morumbi e também estampará sua marca em outros locais. Já a Volkswagen fará um show-room na parte mais nobre do estádio. O Espaço Unyco será um ponto destinado a eventos e com visão para os jogos. A Applebee’s promete inaugurar até maio uma loja dentro do estádio, enquanto a Abih ficará responsável por divulgar o Morumbi em hotéis credenciados.