Juvenal animado com a Copa: ‘É um dia histórico’

Presidente do São Paulo conta detalhes do projeto Morumbi para 2014

No dia em que a Fifa anunciará São Paulo como uma das sedes da Copa de 2014, o presidente Juvenal Juvêncio fala, com exclusividade ao BLOG SÃO PAULINO! sobre os planos, custos e inimigos do Morumbi.

Segundo o presidente, o Morumbi precisa de algumas adaptações para estar totalmente pronto para a Copa do Mundo. Juvenal vai além e garante: a abertura do Mundial será no estádio são-paulino:

– Hoje (domingo) é um dia histórico para o São Paulo. A glória máxima de uma instituição ter um estádio particular podendo receber a abertura de um evento único. O caminhar do São Paulo está bem pautado.

As obras no Morumbi devem custar cerca de R$ 130 milhões. O Tricolor terá ajuda de parceiros estrangeiros para conseguir esse investimento para a modernização do estádio.

Confira abaixo a entrevista completa sobre a Copa do Mundo:

Copa-2014
“Hoje é um dia histórico para o São Paulo. A glória máxima de uma instituição ter um estádio particular podendo receber a abertura de um evento único. A Fifa tem uma comissão permanente de cinco membros, que vai vistoriar os estádios. Serão visitas constantes a cada arena até 2012, onde verão se o cronograma será respeitado. Vamos seguir o ritual e procurar fazer mais do que pede o caderno de encargos da Fifa. Vamos cobrir o estádio? Vamos! Mas não é só as arenas que contam. São Paulo tem rede hoteleira, hospitalar. Hoje, será uma etapa fundamental, a Fifa anuncia as cidades. A partir disso, poderemos definir novos parceiros. O caminhar do São Paulo está bem pautado”.

Morumbi
“O São Paulo tem um palco que precisa de adaptações, mas já é moderno. É o único estádio da América do Sul que possui um corredor para autoridades se encaminharem do seu camarote, no centro do gramado, até a imprensa, ou ao vestiário. O Maracanã ainda depende de privatizações, terá de ter o miolo derrubado porque o entorno está tombado. Não preciso de mais vestiários, banco de reservas, vestiários dos árbitros. Temos tudo, a capacidade do estádio atende, as dimensões do gramado também. E o estádio não será fechado durante a reforma. No máximo, poderemos congelar determinados setores para realizar as obras necessárias. Também não há nenhuma proposta para que o nome Cícero Pompeu de Toledo seja modificado”.

Valores
“Achamos que vamos gastar R$ 130 milhões, fora a cobertura. Não temos um orçamento, ainda, porque ele tem um custo. E não posso ter esse custo antes da definição, que vai ocorrer hoje. O futebol não ficará esquecido porque temos investidores para isso. A Copa do Mundo é um momento único, ainda não perceberam isso. E os investidores sabem disso, que é a oportunidade para terem sua marca mundial sedimentada. Fomos procurados pela empresa que fez a cobertura do Ninho do Pássaro, em Pequim. Não temos experiência nisso, não adianta querer fazer algo doméstico. Temos de buscar alguém que já tenha realizado isso fartamente”.

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s